Alarme de incêndio dispara sem querer em estádio da Copa do Mundo feminina e assusta torcida

2 de agosto de 2023 390 visualizações
Postado 2023/12/29 at 3:45 PM
O estádio e o ginásio que ficam no Paranoá já estão repletos de crianças fazendo esportes | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Os torcedores que acompanharam a partida entre EUA e Portugal assistiram na última terça-feira, dia 1º, um confronto tenso, onde ambas as seleções lutaram até o minuto final pela classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo feminina de 2023. A vaga ficou com as americanas.

Quem esteve presente na arquibancada do Estádio Eden Park, em Auckland, na Nova Zelândia, no entanto, viveu momentos de tensão nas tribunas. O sistema de som da arena esportiva disparou, por acidente, um alarme de incêndio que tomou conta do local enquanto a partida era disputada.

A voz do alarme ordenava que os torcedores deixassem o estádio com urgência e informava sobre um “alerta de incêndio”, o que confundiu e assustou os presentes. Ao jornal neozelandês NZ Herald, uma das torcedoras comentou que as portas de saída do estádio estavam trancadas, o que só aumentou o pânico daqueles que estavam evacuando, segundo as recomendações.

“Muitas pessoas começaram a ficar confusas, porque o som dizia ‘por favor, evacue’, mas nossas portas estavam fechadas – não podíamos sair. Se houvesse um incêndio e as pessoas não pudessem sair do estádio, haveria um grande pânico e levaria as pessoas a debandar de forma perigosa. Gostaria de garantir que isso não aconteça novamente e que eles investiguem por que essas portas foram trancadas”, afirmou a torcedora.

Após alguns minutos de tensão, o sistema de áudio do estádio assumiu o erro e tranquilizou os presentes, afirmando tratar-se de um alarme falso e que todos poderiam voltar ao seus assentos na arena. De acordo com a administração do Eden Park Stadium, o sprinkler de uma das lojas do estádio foi ativado por engano, o que gerou o alarme.

Em comunicado para a imprensa, os organizadores do jogo pediram desculpas. “A situação foi corrigida prontamente e os torcedores afetados por esse incidente puderam voltar para assistir ao jogo Gostaríamos de agradecer e também pedir desculpas a todos os fãs pela cooperação”, disseram na nota.

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar