‘BBB 22’: Internautas acusam Eliezer de ter assediado Jessilane

3 de março de 2022 26 visualizações
Postado 2022/03/03 at 6:05 PM
Foto: Reprodução/TV Globo

Uma cena do Big Brother Brasil 22 tem repercutido fortemente nas redes sociais. Durante a festa do líder Paulo André, que aconteceu entre a noite de quarta, 2, e a madrugada desta quinta, 3, uma situação entre os participantes Eliezer e Jessilane gerou indignação nos telespectadores, que acusam o brother de assédio.

No momento do vídeo, compartilhado nas redes sociais, os moradores da casa do BBB estavam dentro da piscina, liberada para a festa. Pouco depois, Eliezer começa a encurralar Jessilane no canto da piscina, enquanto a sister ri, mas diz: “Eli, por favor, para Eli”.

Após alguns instantes, a produção do programa chamou a atenção dos brothers. Por conta disso, Eliezer ficou preocupado com a forma que a cena teria sido vista e Jessilane tentou tranquilizar o companheiro de reality.

“Eu entendi como uma brincadeira”, disse. O Estadão entrou em contato com a Rede Globo, mas não obteve um posicionamento até o momento da publicação.

Pronunciamento dos perfis oficiais

Nas redes sociais, as equipes dos participantes soltaram pronunciamentos sobre o assunto. Os administradores da conta de Eliezer compartilharam um vídeo do momento em que ele e Jessi dizem que a situação foi apenas uma brincadeira e reforçaram o ponto de vista na legenda: “É muito importante ter a chamada de atenção pois isso evita assédio na casa, o que não foi o caso, pois era uma brincadeira em consenso entre os dois.”

Já o perfil de Jessilane publicou uma nota de repúdio, afirmando que o ocorrido foi uma invasão do espaço e privacidade da participante. “Não é não, em qualquer situação, e nosso direito de negar não deve ser contestado ou relativizado.”

Repercussão nas redes sociais

Na internet, o episódio teve uma forte repercuSsão. As frases ‘Assédio no BBB’ e ‘Jessi merece respeito’ ficaram em alta nos trending topics do Twitter e vídeos do momento estão circulando com frases de indignação.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo

Navegue