Com câncer, Alexandre Correa pede revogação da medida protetiva de Ana Hickmann

21 de fevereiro de 2024 101 visualizações
Postado 2024/02/21 at 8:46 AM
Ana Hickmann e Alexandre Correa (Crédito: Reprodução/Instagram)

A defesa de Alexandre Correa, ex-marido de Ana Hickmann acusado de agressão pela apresentadora, protocolou nesta terça-feira, 19, o pedido de revogação da medida protetiva com base na Lei Maria da Penha. No final de 2023, ela registrou um boletim de ocorrência no qual acusa o empresário de agressão física, mas a defesa dele agora tenta derrubar a determinação de não se aproximar da ex-esposa.

Enio Murad, advogado que representa Alexandre como “vítima de dano moral e material, adultério, coação, alienação parental, calúnia, difamação e outros em apuração pela Justiça”, divulgou o pedido de revogação com exclusividade à IstoÉ Gente. Como parâmetros para a solicitação, ele alega:

Supostamente ausentes provas de arma de fogo e ameaças

Segundo o documento redigido pela defesa, o mandato de busca e apreensão no apartamento de Alexandre não encontrou armas de fogo. Além disso, testemunhas ouvidas em 11 de novembro de 2023, data da suposta agressão do empresário à Ana Hickmann, negaram ter escutado ameaças e agressões.

Ana em suposta nova relação

Alexandre acusa a ex-esposa de ter tido um caso com o chef Edu Guedes antes mesmo da separação. Segundo ele, os dois agora vivem um relacionamento — o que “invalidaria” a Lei Maria da Penha, já que, segundo Murad, ela se aplica apenas ao atual relacionamento de uma mulher.

Apesar disso, vale destacar que o Art. 5º da Lei nº 11.340/2006, a Lei Maria da Penha, prevê que ela seja aplicada “em qualquer relação íntima de afeto, na qual o agressor conviva ou tenha convivido com a ofendida, independentemente de coabitação”.

As assessorias de Ana e Edu se negam a comentar a suposta relação. No entanto, em vídeo obtido pela reportagem, o filho da apresentadora, Alezinho, de 9 anos, afirma ao pai que acredita que a mãe esteja em um relacionamento com Edu.

Câncer de Alexandre Correa

Em novembro de 2020, o empresário foi diagnosticado com câncer no pescoço e foi submetido a sessões de radioterapia. Em 2021, ele chegou a compartilhar que estava curado, mas agora sua defesa apresenta documentos que mostram que o carcinoma não tem previsão de alta médica.

Pedido de revogação da medida protetiva contra Alexandre Correa
Pedido de revogação da medida protetiva contra Alexandre Correa

Suposta falsa quebra de medida protetiva

Em 13 de fevereiro de 2024, a assessoria de Ana Hickmann acusou o ex da apresentadora de tentativa de intimidação. Segundo a nota divulgada, ele teria ficado parado por quase uma hora do lado de fora do condomínio de Ana após devolver Alezinho, com quem fica às quartas-feiras e em fins de semana alternados.

“Não procede, é mentira, porque eu não vi nem Ana, nem Eduardo [Guedes], nem ninguém na porta do condomínio. Eu estava do lado de fora esperando meu pai de 82 anos sair para me levar embora para São Paulo, pois eu fui levar meu filho em Itu”, disse Alexandre, à data.

Suposta coerção de Edu Guedes a Alezinho

Além da ex-esposa, Alexandre também acusa Edu Guedes de praticar alienação parental — um tipo de interferência psicológica na qual um genitor influencia negativamente a percepção de uma criança em relação ao outro — com Alezinho.

“Ana Hickmann, junto com Edu Guedes, sumiu com Alezinho em dia de aula”, declarou a defesa do empresário, em 15 de fevereiro.

Em um áudio no qual a reportagem teve acesso, que foi supostamente enviado pelo menino ao pai pelo celular de Edu Guedes na quinta-feira, 15, Alezinho conversa: “Oi, papai, tudo bem? Como você está, tudo certo? A mamãe tinha feito uma surpresa, que eu ia viajar aqui para uma ilha chamada Paraty. Veio [sic] eu, ela e o Edu Guedes. Só que esse telefone é o único que pega o sinal.”

A mensagem de voz que, segundo Murad, teria sido enviada por Alezinho escondido de Edu Guedes, foi apagada momentos depois.

“É uma atitude muito estranha o celular do Edu Guedes ter sinal de internet e do Alezinho não. Tomaram o celular do Alezinho para ele não falar com o pai, mas ele passou a perna em todo mundo, pegou o telefone e ligou para o pai”, diz o advogado, que também pediu a prisão de Edu Guedes.

O que dizem Edu Guedes e Ana Hickmann

Em comunicado à imprensa enviado nesta terça-feira, 20, a assessoria de Edu Guedes informa: “O Ministério Público negou o pedido de prisão sem fundamento ou provas movido por Alexandre Corrêa contra Edu Guedes, e agora Alexandre irá responder pelo Crime de Denunciação Caluniosa previsto no artigo 339 do Código Penal, que prevê pena de reclusão de até 8 anos.”

Apesar disso, a defesa de Alexandre alega não ter ciência de quaisquer processos ou investigações provenientes da defesa de Edu até o momento.

“O Ministério Público indeferiu a denúncia de Alexandre Correa, que alega ser impedido de conviver com o filho, por não detectar crime nas ações de Ana Hickmann. A apresentadora vem cumprindo rigorosamente com todas as visitações”, declarou a assessoria da apresentadora, em nota.

A reportagem aguarda e mantém aberto o espaço para o posicionamento da apresentadora em relação ao pedido de revogação da medida protetiva.

Fonte: IstoÉ

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar