Dez novos campos sintéticos para esporte e lazer

9 de fevereiro de 2022 11 visualizações
Postado 2022/02/09 at 5:22 PM
A urbanização do entorno das bases implantadas ocorrerá por meio de doação, novas calçadas e plantio de gramas | Foto: Divulgação/SEL

A bola vai rolar em dez novos campos sintéticos espalhados em todo o Distrito Federal no prazo máximo de três meses. Entraram em fase de finalização nesta semana os quatro primeiros módulos em Ceilândia, Riacho Fundo II, Cruzeiro e Taguatinga.

No próximo mês, devem ser concluídas as obras dos demais, localizados nas regiões administrativas de Sobradinho, Recanto das Emas, Gama, Planaltina, Brazlândia e no Centro Olímpico e Paralímpico do Parque da Vaquejada.

A construção dos espaços esportivos – promovida com recursos próprios da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) e de emendas parlamentares de deputados distritais – atende a uma demanda da população, que necessita de lugares adequados para a prática esportiva.

Os campos de grama sintética fazem parte da área construída – no tamanho de 23m x 43m – e incluem também o cercamento, traves e iluminação, ao valor médio de R$ 670 mil cada um, o que totaliza o investimento superior a R$ 6 milhões.

“Nós, juntos com o Governo do Distrito Federal, não medimos esforços para democratizar o esporte para toda a população. Quem quiser, vai ter total condição de praticar uma atividade física com os equipamentos e locais apropriados. A disponibilização de espaços esportivos confortáveis e seguros faz parte desse processo de levar mais saúde e qualidade de vida a cada cidadão da nossa cidade”, explica a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

Em parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e administrações regionais, a urbanização do entorno das bases implantadas ocorrerá por meio de doação, novas calçadas e plantio de gramas.

*Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

Fonte: Agência Brasília

Compartilhar esse Artigo

Navegue