Erdogan enfrenta seu maior desafio nas eleições de domingo; veja perfil dos candidatos

Erdogan aparece em segundo lugar nas pesquisas de opinião, atrás de Kemal Kilicdaroglu

12 de maio de 2023 390 visualizações
Postado 2023/05/12 at 6:00 PM
Foto: Alkis Konstantinidis

Às vésperas das eleições presidenciais e parlamentares na Turquia, no domingo, 14, o presidente Recep Tayyip Erdogan nunca pareceu tão vulnerável à um desafio da oposição. Erdogan aparece em segundo lugar nas pesquisas de opinião, atrás de Kemal Kilicdaroglu – candidato de uma oposição unida que se juntou sob a promessa de restaurar a democracia.

O candidato Muharrem Inc, de centro-esquerda, desistiu do pleito na quinta-feira, 11, fazendo da corrida presidencial uma disputa entre três nomes.

Veja abaixo um breve perfil de cada um:

Recep Tayyip Erdogan

O político de 69 anos concorre a um terceiro mandato presidencial consecutivo após vencer com facilidade cinco eleições. Erdogan, que concentrou um grande poder durante os últimos 20 anos como primeiro-ministro e presidente, viu uma queda em seus índices de popularidade em meio à turbulência econômica e à inflação vertiginosa atribuída à sua má administração da economia.

Ele lidera o partido conservador e religioso Partido da Justiça e Desenvolvimento e formou uma aliança com dois partidos nacionalistas, um pequeno partido de esquerda e um partido islâmico. Ele também tem o apoio externo de um controverso partido curdo-islâmico com supostos vínculos com uma organização extinta que estava ligada a uma série de assassinatos horríveis na década de 1990.

Kemal Kilicdaroglu

O político de 74 anos lidera o partido de centro-esquerda e pró-secular da Turquia, o Partido Republicano do Povo (CHP) desde 2010. O ex-burocrata conseguiu unir a oposição fragmentada da Turquia. Sua aliança inclui um partido de centro-direita, um partido nacionalista, um partido islâmico e dois partidos que romperam com o partido de Erdogan. Kilicdaroglu quer devolver à Turquia um “sistema parlamentar forte”, desfazendo o sistema presidencial que o Erdogan introduziu por referendo em 2017.

A aliança também prometeu mais direitos e liberdades e um retorno a um sistema mais convencional de políticas econômicas. Os líderes dos outros cinco partidos da aliança serviriam como vice-presidentes em caso de vitória de Kilicdaroglu.

Sinan Ogan

O político nacionalista de 55 anos, considerado um outsider na corrida presidencial, é um ex-acadêmico e especialista em Rússia e na região do Cáucaso.

Sua candidatura é apoiada por pequenos partidos de direita, incluindo o anti-migração Partido da Vitória, que busca a repatriação de refugiados sírios.

O próprio Ogan disse em uma entrevista na televisão que, se eleito, consideraria enviar os sírios de volta “pela força, se necessário”. Fonte: Associated Press

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar