Faustão comenta sobre transplante de rim pela primeira vez: ‘Mais uma semana e estou em casa’

28 de fevereiro de 2024 90 visualizações
Postado 2024/02/28 at 3:26 PM
Foto: Reprodução

O apresentador Fausto Silva, conhecido como Faustão, falou pela primeira vez sobre o transplante de rim ao qual foi submetido na segunda-feira, 26. Em declaração ao colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, Faustão disse que “para quem fez um transplante do coração, o de rim é mais tranquilo”.

Faustão, que já deixou a UTI do Hospital Israelita Albert Einstein e segue agora internado em um quarto, também estimou ao colunista que não deve permanecer por muito mais tempo no hospital. “Mais uma semana e eu estou em casa”, disse.

Faustão foi internado no domingo, 25, devido ao agravamento da doença renal que sofre. Na segunda-feira, 26, ele passou pelo transplante que, segundo boletim emitido pelo hospital, correu sem qualquer intercorrência médica. Ele era o 13º na fila para transplantes, de acordo com a Central de Transplantes do Estado de São Paulo.

A rapidez do procedimento levantou algumas dúvidas na web, mas a Central de Transplantes do Estado de São Paulo explicou que há uma variação de prioridade dos pacientes, “São vários os critérios para a prioridade de pacientes, de acordo com a secretaria de saúde. Entre eles, a impossibilidade total de acesso para diálise, pós-transplante de outro órgão e pós-doação renal, de acordo com o jornal EXTRA.

Para que possa haver o transplante, deve-se analisar a compatibilidade HLA (genética), compatibilidade ABO (sanguínea), a priorização e a idade do doador.

“Fausto Silva foi inserido na fila para transplantes no dia 6 de fevereiro e, seguindo resoluções estaduais, foi submetido ao transplante de rim na última segunda-feira, dia 26, cumprindo os critérios de priorização”, completou a Central. Entenda mais sobre como funciona a fila de transplante de órgãos aqui.

Transplante de coração

A cirurgia à qual Fausto foi submetido para transplante de rins não é a primeira realizada no apresentador. Em 27 de agosto de 2023, ele recebeu um coração, pois apresentava insuficiência cardíaca. A cirurgia durou 2h30min e foi realizada com sucesso. “Iniciando uma nova fase, comentou ele”.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar