Fechar apps no iOS não ajuda a economizar bateria; entenda o mito

21 de fevereiro de 2024 91 visualizações
Postado 2024/02/21 at 10:30 AM
Fonte:  GettyImages 

Fechar os apps no iPhone não ajuda a poupar bateria. Na verdade, o hábito pode até aumentar o consumo de energia do aparelho. Em 2016, o próprio vice-presidente de engenharia de software da Apple, Craig Federighi, confirmou que o encerramento de apps em segundo plano não é benéfico para a bateria. 

Segundo ele, boa parte dos aplicativos minimizados é congelado de forma automática, graças a otimização do sistema para poupar memória RAM.

Tecnologia, negócios e comportamento sob um olhar crítico.

Não se preocupe, o iOS é bem preparado para gerenciar aplicativos de forma eficiente.Não se preocupe, o iOS é bem preparado para gerenciar aplicativos de forma eficiente. Fonte:  GettyImages 

Sendo assim, o ganho em fechar esses aplicativos é praticamente nulo — inclusive, pode até ser impactar negativamente a autonomia do aparelho.

Em uma publicação no fórum Apple Community, um usuário explicou que fechar apps em segundo plano pode, na verdade, tornar o celular mais lento. Ao encerrar um programa, o celular é obrigado a executá-lo do zero na próxima vez que for aberto, processo significativamente mais custoso em processamento (e, consequentemente, energia).

O hábito de fechar aplicativos em segundo plano nem mesmo economiza memória RAM. O iOS já contém uma série de mecanismos para otimizar o consumo do componente, então o esforço manual é praticamente inútil.

Infelizmente, fechar aplicativos também não evita que empresas monitorem sua atividade no celular. Então, se essa for uma das suas preocupações, saiba que encerrar serviços não interfere em nada nesse tipo de monitoramento.

Qual a origem da lenda?

É difícil apontar qual a exata origem dessa lenda do iOS, mas é possível que tenha surgido numa discussão de julho de 2015 travada no fórum Apple Community.

Nela, o autor da publicação questionava se o Safari colocado em segundo plano estava drenando bateria. Nas respostas, usuários reforçaram a suspeita.

Otimização para celular é diferente do PC

Talvez, o surgimento dessa lenda do iOS seja uma herança do hábito com computadores tradicionais. No desktop, quanto mais aplicativos abertos e minimizados, maior é o consumo de processamento, RAM e energia.

Contudo, o gerenciamento de desempenho de um sistema operacional para PC é totalmente diferente do celular por várias razões, tanto em termos de usabilidade quanto em hardware — e desenvolvedores sabem disso.

Portanto, o iOS possui um refinado sistema de gerenciamento de performance capaz de manejar os aplicativos de forma eficiente.

Sendo assim, o usuário não precisa se preocupar com a quantidade de aplicativos abertos em segundo plano, tampouco sair fechando tudo numa tentativa de poupar bateria.

Fonte: Tecmundo

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar