GDF Presente: feito com carinho, de morador para morador

15 de fevereiro de 2022 539 visualizações
Postado 2022/02/15 at 6:41 PM
Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Mais do que ações constantes de zeladoria em ruas, calçadas e estruturas públicas, o GDF Presente é feito por pessoas, para pessoas. São braços, pernas e cabeças que pensam, planejam e executam os serviços que a população vê diariamente em várias regiões administrativas simultaneamente. Indiretamente, essas mesmas pessoas também acabam sendo impactadas pelo trabalho que realizam.

Um desses casos é o de Josiel França, que mora em Santa Maria há 12 anos e, desde 2020, atua na administração regional como um dos responsáveis por tocar as obras na cidade que adotou como lar. Sempre que o GDF Presente está na região, lá está Josiel, e ele não esconde a satisfação de desempenhar o seu papel.

“Eu cuido de obra, cuido da limpeza da cidade, cuido fazendo reparos em calçadas, em buracos no asfalto. Isso, pra mim, foi tudo o que eu procurei para a minha vida, entendeu?”, ressalta. “Tem horas que é desgastante, mas é sempre muito gratificante. Gosto da correria, gosto desse dia a dia. Para mim, isso é tudo”.

Ele conta que ser morador da cidade foi um dos diferenciais em ter sido convocado para trabalhar na administração regional. “Fui convidado para trabalhar aqui pelo fato de morar em Santa Maria. Eles estavam precisando de pessoas que morassem aqui, que conhecessem a cidade e soubessem das necessidades”, aponta.

A união de esforços entre o conhecimento de Josiel e o reforço da mão de obra proveniente do Polo Sul II resulta em todo o trabalho que foi realizado e que vem sendo feito constantemente pelo GDF Presente nas ruas de Santa Maria. “Sabemos os pontos mais críticos, como onde é descartado mais entulho, onde estão as maiores necessidades da população”, destaca Josiel.

Serviços essenciais para a cidade e que, algumas vezes, contam também com uma “ajuda” dos próprios moradores. “Até mesmo os moradores ajudam: ‘tem uma demanda ali’, ‘tem outra coisa ali’. Às vezes quando acontece uma emergência no período de chuvas, um buraco que abre, uma árvore que cai, então já nos procuram”, afirma Josiel, que ressalta que é fundamental registrar todas as ocorrências por meio da Ouvidoria do GDF.

Para quem vive na cidade, ter um morador cuidando das ruas, calçadas e equipamentos públicos dignifica ainda mais os serviços prestados pelo GDF Presente. “Eu acho muito bom. Só quem é morador conhece de verdade a cidade, sabe as necessidades, e faz as coisas com mais carinho”, avalia.

GDF ainda mais perto do cidadão

O ano de 2022 será marcado pelos trabalhos de programas como o GDF Presente e o RENOVADF, como explica o secretário de Governo, José Humberto Pires: “A proposta do governador Ibaneis é que as administrações atendam ao cidadão 24 horas por dia e, para isso, pretendemos lançar o Administração 24 Horas em março, que será uma revolução no DF. O aplicativo vai oferecer os serviços principais e o cidadão terá uma resposta mais rápida e com menos burocracia para seus pleitos”.

Juntamente com o novo canal para registro das demandas, José Humberto revela que o governo trabalha para ampliar o número de reeducandos do projeto Mãos Dadas nas ações do GDF Presente, além de um novo contrato para fornecimento de massa asfáltica e um diálogo ainda mais próximo com outros órgãos como a Companhia Energética de Brasília (CEB) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF).

Fonte: Agência Brasília

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar