Inca recomenda evitar uso do adoçante aspartame

17 de julho de 2023 374 visualizações
Postado 2023/07/17 at 8:59 AM
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) divulgou na sexta uma recomendação para que a população não consuma o adoçante aspartame. A orientação do Inca ocorre após o produto ser incluído pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em uma lista de substâncias “possivelmente cancerígenas”.

Em nota técnica, o Inca faz um histórico das evidências científicas relativas ao uso de aspartame e conclui que a melhor opção é deixar o produto de lado. “Considerando a atual classificação do aspartame pela Iarc (Agência Internacional de Pesquisa em Câncer, da OMS) como possível carcinógeno para humanos; considerando também as evidências científicas que apontam que o consumo de bebidas adoçadas com adoçantes artificiais não colaboram para o controle da obesidade, podendo ainda contribuir com o excesso de peso corporal; e por fim, considerando a associação direta do excesso de gordura corporal com pelo menos 15 tipos de câncer, o Inca aconselha à população geral evitar o consumo de qualquer tipo de adoçante artificial e adotar uma alimentação saudável, ou seja, baseada em alimentos in natura e minimamente processados e limitada em alimentos ultraprocessados”, diz a nota.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar