Instalações de petróleo na Rússia e Ucrânia são incendiadas

Guerra de drones antecede planejada contraofensiva de Kiev

3 de maio de 2023 384 visualizações
Postado 2023/05/03 at 9:14 AM
Foto: Gleb Garanich

Depósitos de petróleo foram incendiados na Rússia e na Ucrânia nesta quarta-feira (3). Os dois lados intensificaram uma guerra de drones visando áreas de infraestrutura, antes da planejada contraofensiva de primavera de Kiev para tentar acabar com a invasão de Moscou.

Dezenas de bombeiros lutavam contra um grande incêndio, que as autoridades russas atribuíram a um drone ucraniano que caiu em terminal de petróleo, no lado russo da ponte construída para ocupar a Crimeia.

Na Ucrânia, um depósito de combustível também pegou fogo, após suposto ataque de drones russos na cidade central de Kropyvnytskyi.

Em outra parte da Ucrânia, um prédio administrativo, na região sul de Dnipropetrovsk, foi atingido por um drone e pegou fogo. A Ucrânia informou que abateu 21 de 26 drones fabricados no Irã.

Os dois lados têm lançado ataques de longo alcance desde a semana passada, em aparente antecipação da contraofensiva da Ucrânia, que deve ser uma das fases mais decisivas da guerra.

Após calmaria de quase dois meses, a Rússia disparou uma onda de mísseis antes do amanhecer da última sexta-feira (28), incluindo um que matou 23 civis enquanto dormiam em um prédio de apartamentos na cidade de Uman, a centenas de quilômetros do front.

No sábado (29), suposto ataque de drone ucraniano causou incêndio em um terminal de petróleo russo na Crimeia ocupada. Na segunda-feira, a Rússia atingiu dezenas de residências e uma empresa industrial na região de Dnipropetrovsk, que Kiev não identificou. Explosões descarrilaram trens de carga na região russa de Bryansk, próxima à Ucrânia, nos últimos dois dias consecutivos.

Moscou diz que seus ataques de longo alcance atingiram alvos militares, embora não tenha produzido nenhuma evidência para isso.

Kiev não comenta incidentes na Rússia ou na Crimeia ocupada, mas diz que a destruição da infraestrutura de apoio aos militares russos na Ucrânia faz parte da preparação para o ataque terrestre planejado, pronto para começar a qualquer momento.

Fogo alto

Chamas e fumaça negra subiam sobre grandes tanques, com avisos vermelhos de “inflamável”, em vídeos postados nas mídias sociais russas do depósito de combustível em chamas perto da ponte da Crimeia.

“O incêndio foi classificado como o nível mais alto de dificuldade”, disse Veniamin Kondratyev, governador da região de Krasnodar, em mensagem no Telegram, acrescentando que não houve vítimas.

Segundo ele, 188 bombeiros estavam combatendo o incêndio. Kondratyev pediu às pessoas que mantenham a calma e disse que não há necessidade de determinar a retirada da vila vizinha de Volna.

Na Ucrânia, o governador da região central de Kirovohrad informou que três drones russos tentaram atingir uma instalação de petróleo na principal cidade da região, Kropyvnytskyi. Promotores afirmaram que um grande incêndio começou.

Segundo a Ucrânia, sua defesa aérea neutralizou os últimos ataques, especialmente em torno da capital Kiev.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar