Mais 624 lares com ligação de água regularizada no Sol Nascente

4 de fevereiro de 2022 7 visualizações
Postado 2022/02/04 at 8:14 PM
Foto: Agência Brasília

O ano de 2022 começa com uma grande notícia para os moradores da Quadra 105, no Trecho II, e da Chácara 5, do Condomínio Gênesis, localizados no Sol Nascente/Pôr do Sol: o Programa Água Legal, iniciativa da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) para regularizar os serviços de saneamento para as populações hoje abastecidas por ligações clandestinas, está concluindo a maior parte dos serviços nas localidades.

Na Quadra 105, 247 ligações de água foram regularizadas, e os serviços devem ser finalizados ainda em fevereiro. Já na Chácara 5 do Condomínio Gênesis, 377 ligações foram realizadas pela Caesb em duas etapas: a primeira foi concluída em dezembro de 2021, e a segunda terá início em março.

Uma das pessoas beneficiadas com o Programa Água Legal foi a moradora da Quadra 105 Marcélia Miranda. “Antigamente, a água que os moradores usavam não tinha como passar para a rede de esgoto, então vazava para fora das casas e acabava alagando nas portas dos vizinhos”, conta a dona de casa.

Com o serviço de abastecimento de água e esgoto devidamente regularizado, Marcélia elogia a iniciativa. “Agora a água vai direto para o encanamento e para o fluxo correto, está todo mundo satisfeito. Isso traz mais dignidade para as pessoas, lembrar que você tem uma estrutura arrumadinha na sua casa”, analisa.

Desde a chegada do Programa Água Legal, quase 1,9 mil ligações de água e de saneamento foram regularizadas no Sol Nascente/Pôr do Sol, beneficiando mais de 6,5 mil moradores. De acordo com a Caesb, o volume de água recuperado devido ao fim das ligações clandestinas pode chegar a 21 mil metros cúbicos por mês.

“É um benefício para todos os moradores do DF”, explica o superintendente de Comercialização da Caesb, Diego Rezende. “Quando temos um volume de água sendo furtado, ele é recomposto na composição tarifária. Para que isso não aconteça, estamos atuando nessas regularizações e garantindo um serviço de qualidade”.

Além do aspecto financeiro, o Programa Água Legal gera um impacto na saúde das pessoas. “As ligações clandestinas são derivações de canais próximos, fornecidos pela Caesb. Se isso não for regularizado, há um risco de desabastecimento de todos os usuários daquele canal e também de contaminação da água, trazendo problemas de saúde”, ressalta Rezende.

O administrador regional do Sol Nascente/Pôr do Sol, Cláudio Ferreira, diz que a população local está feliz com a iniciativa. “Esse programa chegou em uma boa hora, pois, além de trazer água potável para os moradores, trouxe dignidade e melhoria na qualidade de vida. A administração vem trabalhando e apontando junto à Caesb os setores que ainda não foram beneficiados com o programa”, afirma.

Fonte: Agência Brasília

Compartilhar esse Artigo

Navegue