Merendeiras desviavam lanche de alunos da rede pública

18 de abril de 2023 454 visualizações
Postado 2023/04/18 at 10:24 AM

Sete pessoas foram presas, na tarde desta segunda-feira (17), acusadas de desviar merenda escolar de alunos da rede pública do Distrito Federal. Os suspeitos têm entre 37 e 60 anos, quatro deles são merendeiras.

As prisões foram feitas em flagrante As investigações tiveram início a partir de uma denúncia anônima que apontava que uma funcionária da escola Centro de Ensino Fundamental 103, localizada em Santa Maria, estava envolvida no esquema criminoso.

As quatro merendeiras presas foram abordadas pelos policiais quando deixavam o estabelecimento de ensino com diversos alimentos. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), elas não utilizam todos os produtos destinados à merenda escolar para que sobrasse e, assim, efetuassem o furto.

Durante o interrogatório, uma das funcionárias confessou que os desvios de produtos alimentícios aconteciam diariamente há vários anos. As investigações também apontaram o envolvimento de funcionários de uma empresa que fazia a entrega de proteínas.

A equipe de investigação monitorou três caminhões utilizados no transporte da carga furtada. Segundo apurado, os três motoristas e dois encarregados deveriam realizar três rotas de entregas para escolas públicas da região de Ceilândia e regressar, ao final do trajeto, ao estabelecimento em Santa Maria. Os envolvidos alteravam as rotas e vendiam as caixas de carne pelo preço de até R$ 5, cada, valor bem abaixo do mercado.

Os suspeitos também foram abordados no momento em que realizavam as entregas ilícitas. Na ocasião, os policiais apreenderam 48 caixas de proteína, com 18 kg.

Tag
Compartilhar esse Artigo
Pesquisar