Morre Aracy Balabanian, atriz polivalente e figura fundamental da TV brasileira, aos 83 anos

7 de agosto de 2023 356 visualizações
Postado 2023/08/07 at 1:40 PM
Foto: Reprodução

A atriz Aracy Balabanian morreu aos 83 anos, no Rio de Janeiro. Ela estava internada na Clínica São Vicente, no bairro da Gávea. A causa da morte ainda não foi confirmada. A atriz tinha sido diagnosticada com um câncer de pulmão recentemente.

Ao longo de mais de seis décadas de carreira, a atriz se destacou no teatro e se tornou uma das figuras mais conhecidas da teledramaturgia brasileira. Ela criou personagens marcantes com um talento polivalente, e sempre transitou com segurança entre o drama e a comédia.

Entre seus papéis mais memoráveis nas novelas e programas da Globo estão Dona Armênia, de Rainha da Sucata (1990) e Deus Nos Acuda (1992), e a matriarca italiana Filomena, de A Próxima Vítima (1995), além de Cassandra, em diversas temporadas do programa humorístico Sai de Baixo

Uma das últimas fotos de Aracy foi de um encontro com Claudia Raia e o filho, Luca, no Rio de Janeiro em julho de 2023.

Vida e obra

Aracy Balabanian nasceu no dia 22 de fevereiro de 1940, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Filha de imigrantes armênios, ela descobriu o teatro na infância, quando já vivia em São Paulo e foi levada pelas irmãs para assistir a uma peça de Carlo Goldoni com a companhia de Maria Della Costa. Ela tinha 12 anos.

Na cidade, na adolescência, cursou a Escola de Artes Dramáticas (EAD), da Universidade de São Paulo, e fez sua estreia no teatro no final dos anos 1950.

À TV, chegou em 1964, quando participou da novela Marcados Pelo Amor, de Walther Negrão – autor com quem faria diversos outros trabalhos – e Roberto Freire, exibida pela TV Record. No elenco, ainda estavam nomes como Francisco Cuoco e Cláudio Marzo

Logo migrou para a TV Tupi, a principal produtora de novela nos anos 1960. Na emissora participou de produções como Meus Filhos, Minha Vida (1967), Antônio Maria (1968) e Nino, O Italianinho (1970), sempre como protagonista.

Um dos principais nomes da Globo

Aracy estreou na TV Globo em 1972, emissora com a qual sua imagem ficou associada e na qual emendou uma novela atrás da outra. A primeira delas foi O Primeiro Amor, escrita por Walther Negrão.

Logo em seguida, a atriz entrou para o elenco do programa infantil Vila Sésamo, uma coprodução brasileira entre a TV Globo e a TV Cultura do popular programa de televisão infantil norte-americano Sesame Street. Aracy deu vida à Gabriela, uma moça que gostava de dançar e cozinhar.

Logo em seguida, em 1974, foi convocada para mais uma protagonista, dessa vez na novela Corrida do Ouro, a primeira na carreira do autor Gilberto Braga. Na trama, a atriz interpretou a mocinha sofredora Teresa Rodrigues. Ao seu lado no elenco estavam atores como Walmor Chagas, Sandra Bréa e José Wilker, nomes com quem contracenaria outras vezes ao longo da carreira.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar