Mulher trans é presa por suspeita de matar amigo e assumir sua identidade

Por mais de um ano, ela movimentou os bens do homem morto

31 de agosto de 2022 447 visualizações
Postado 2022/08/31 at 7:29 PM
Foto: Reprodução/TV Globo

Policiais civis da Equipe de Homicídios do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, cumpriram na terça-feira, 30, um mandado de prisão temporária contra uma mulher trans suspeita de um homicídio ocorrido em 21 de maio do ano passado.

O corpo do homem foi encontrado em julho de 2021 e desde então a indiciada Maryana Elisa Rimes Paulo, de 49 anos, junto de outro procurado, se passava pela vítima para utilizar seus cartões e contas bancárias, segundo as investigações. Por mais de um ano, ela movimentou os bens do homem morto.

Ainda de acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), Maryana foi encaminhada à cadeia pública de São Caetano do Sul, onde permanece à disposição da Justiça.

“Diligências seguem visando a localização do outro envolvido e cumprimento do seu mandado de prisão”, disse a SSP, em nota. A defesa da acusada não foi localizada.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar