Polícia prende mais suspeitos de golpe do pix

2 de junho de 2022 340 visualizações
Postado 2022/06/02 at 11:36 AM

A Polícia Civil cumpriu 15 mandados judiciais, sendo 10 mandados de
busca e apreensão e cinco mandados de prisão temporária nesta quinta-feira, 2. As ações fazem parte da segunda fase da Operação Payback que apura um esquema que envolve transações bancárias fraudulentas.

O valor total da fraude está estimado em, aproximadamente, R$ 2,6 milhões, apenas no Distrito Federal. Na primeira fase da operação, foram cumpridos 50 mandados
judiciais, sendo 21 deles de prisão temporária.

Os indivíduos foram ouvidos formalmente, uma parte confessou a prática criminosa, esclarecendo pontos importantes para continuidade das investigações. Alguns dos envolvidos chegaram ainda a devolver os valores obtidos na fraude.

Os fatos ocorreram no último final de semana de março de 2022, período
em que foram identificadas diversas fraudes bancárias praticadas a partir da
manipulação de aplicativos da instituição financeira, que, durante certo período de
tempo, estava com um erro. Isso permitia que o cancelamento de uma operação de
agendamento de Pix retornasse ao cliente, um crédito de valor idêntico, na mesma conta utilizada para a realização da operação. Depois de creditados, os valores eram transferidos para outras contas bancárias ou utilizados para pagamento de boletos e em compras diversas.

As condutas indicam a prática do crime de furto mediante fraude eletrônica, com pena de quatro a oito anos de reclusão e, possivelmente, de associação criminosa, com pena de um a três anos de reclusão.

Entrevista do Delegado Dário Freitas
Tag
Compartilhar esse Artigo
Pesquisar