Scholz reitera que Alemanha não apoia zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia

23 de março de 2022 12 visualizações
Postado 2022/03/23 at 9:25 AM
Michael Sohn/AP Photo/picture alliance

O chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, reiterou nesta quarta-feira (23) que seu país não irá apoiar o estabelecimento de uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia ou enviar tropas para intervir na guerra lançada pela Rússia. Em discurso no Parlamento alemão, Scholz disse que a “Otan não fará parte da guerra”, acrescentando que a Alemanha concorda nesse ponto com aliados europeus e os EUA.

Scholz, no entanto, disse que a Ucrânia pode contar com a ajuda da Alemanha, citando auxílios de caráter financeiro e militar já fornecidos a Kiev, severas sanções impostas à Rússia e o acolhimento de centenas de milhares de refugiados ucranianos.

O chanceler afirmou também que a Alemanha não apoiará um eventual boicote da União Europeia (UE) ao petróleo, gás e carvão da Rússia, mas está procurando reduzir sua dependência dessas importações, com a busca de outros fornecedores e aumento do uso de fontes renováveis. Fonte: Associated Press.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo

Navegue