União apresenta medidas de proteção a escolas para governadores e prefeitos

Reunião no Palácio do Planalto contou também com membros do Judiciário; veja ações em andamento no DF

18 de abril de 2023 366 visualizações
Postado 2023/04/18 at 1:41 PM
Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador Ibaneis Rocha participou nesta terça-feira (18) do lançamento de ações do governo federal para a proteção do ambiente escolar, no Palácio do Planalto. As medidas vão desde recursos para reforço nas rondas escolares a cartilhas com recomendações para proteção das escolas.

O evento contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, do vice-presidente Geraldo Alckmin, do ministro da Educação, Camilo Santana, responsável pela apresentação dos projetos, além de ministros do governo federal e do Judiciário, governadores e prefeitos.

As ações sugeridas nasceram de um Grupo de Trabalho Interministerial, onde foram listadas 50 proposições para atuar de forma preventiva, emergencial e a médio e longo prazo. Uma delas é a cartilha Elaboração de Recomendações para Proteção e Segurança no Ambiente Escolar, que será disponibilizada pelo governo federal.

”Essa integração entre governo federal, os estados e o Judiciário é essencial para uma maior efetividade das ações que já foram tomadas e as de médio e longo prazo. Aqui no Distrito Federal nós temos buscado esse diálogo e vamos continuar fortalecendo e protegendo nossos estudantes e toda a comunidade escolar”, disse o governador Ibaneis Rocha.

Os investimentos previstos pelo governo federal para proteção às escolas são de cerca de R$ 3 bilhões. Segundo o Ministério da Justiça, 225 apreensões foram feitas nos últimos 10 dias, período em que ocorreram 7,4 mil denúncias à pasta e mais de 700 conteúdos foram removidos das redes sociais.

Participaram da reunião o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, a presidente do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o ministro da Educação, Camilo Santana.

Atuação no DF

O GDF tem tomado medidas para prevenir a violência e reforçar a segurança em mais de 1,6 mil escolas e creches das redes pública e privada, além de faculdades e universidades.

Isso tem sido feito com o reforço no efetivo policial, com a participação de vigilantes – são 3.201 profissionais, entre concursados e terceirizados, que atuam em cerca de 700 escolas –, o monitoramento na internet e a realização de palestras para diretores de escolas, por exemplo.

A Polícia Militar também atua com rondas em regiões mapeadas, revistas em possíveis suspeitos e contam com o apoio das denúncias da população, que podem ser feitas por meio do 197 – opção 0; em casos de emergência, 190 ou para o WhatsApp: (61) 98626-1197.

A Secretaria de Educação também trabalha o Projeto Jovens Líderes Pela Paz. Por meio dele, 170 alunos de escolas públicas promovem a cultura de paz no ambiente escolar, além de conceitos de comunicação não violenta, de saúde mental e o combate à evasão escolar.

Fonte: Agência Brasília

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar