Viúva de Chico Anysio rebate acusações de Filho do humorista: ‘terá que provar’

Durante um bate-papo no Plugado Podcast, Nizo Neto, filho do humorista, afirmou que o humorista não deixou bens e que isso era "muito estranho"

5 de agosto de 2023 363 visualizações
Postado 2023/08/05 at 3:28 PM
Foto: Reprodução

Malga di Paula, viúva de Chico Anysio, disse em entrevista ao UOL divulgada neste sábado, 5, que Nizo Neto, filho do humorista, terá que provar as acusações que fez em relação ao patrimônio conquistado pelo pai ao longo da carreira. Durante um bate-papo no Plugado Podcast, Neto afirmou que o humorista não deixou bens e que isso era “muito estranho”.

“O cara não deixar nada de material é muito estranho. Incompetência de administração. Foi muito roubado, com toda certeza”, disse o ator. Ao saber da declaração, Malga disse que, se Neto estivesse falando sobre ela, ambos teriam “um problema sério”.

“Não considero que ele esteja falando de mim”, afirmou Malga em conversa exclusiva com Splash. “Porque se ele realmente estiver, nós teremos um problema sério. Ele terá que provar o que está falando”, destacou. A ex-companheira do humorista relatou ainda que “não administrava nada” em relação aos bens.

“Até hoje nunca recebi nenhuma acusação formal, certamente porque não há nenhuma prova de que eu tenha roubado algo, nenhum centavo. Se eu tivesse roubado uma agulha sequer em 11 anos, todos saberiam”, disse.

Segundo a reportagem, as contas do artista estavam “zeradas” após a sua morte. A constatação teria sido feita quando Bruno Mazzeo, filho de Chico Anysio, assumiu o controle do patrimônio. Em entrevista à Veja no ano passado, o advogado dos filhos, Roberto Edward Halbouti, alegou que os direitos autorais pagos pela TV Globo (cerca de R$ 100 mil por ano) não estariam mais nas contas.

“Se não houvesse nada em conta, existiria razão para estarmos discutindo na Justiça?”, contestou Malga. “Estou com a minha consciência tranquila. As acusações de internet não me incomodam, o que interessa mesmo é que a Justiça tem acesso à minha conduta ilibada nesse processo.”

Desabafo sobre herança

Nizo Neto reiterou que o pai sempre confiou em todo mundo e que ele era um “péssimo homem de negócios”. “Ele tinha seu próprio programa, ganhava muito dinheiro com teatro, e todos eram sempre lotados. Um cara não deixar nada é muito estranho”, afirmou.

Malga, por sua vez, rebateu as alegações e disse que Anysio era “extraordinário” em tudo. “Chico realmente confiava em todo mundo. Mas dizer que ele era um péssimo homem de negócios é uma afronta. Chico não era péssimo em nada do que ele fazia. Foi extraordinário em tudo.”

“O negócio do Chico foi um contrato com a TV Globo que durou mais de 40 anos e, com isso, ele se tornou o maior comediante do Brasil. Como ele pode ter feito mal esse negócio?”, enfatizou Malga. “Ele gastava valores normais, o que se gasta para manter uma família e para reformar uma casa do Nizo um pouquinho antes de morrer”, disse ela ao UOL. Chico Anysio morreu aos 80 anos em março de 2012.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo
Pesquisar