Bomba de combustível que explodiu em posto no DF não tinha válvula de segurança exigida pelo Inmetro, diz perícia

Relatório da Vibra, antiga BR Distribuidora, diz que dispositivo é 'pré-requisito fundamental para proteger o sistema de abastecimento'. Reportagem tenta contato com responsáveis pelo estabelecimento.

22 de julho de 2023 395 visualizações
Postado 2023/07/22 at 2:52 PM
Foto: Reprodução

O relatório da perícia feita pela Vibra, antiga BR Distribuidora, constatou que a bomba de combustível que explodiu em um posto de gasolina na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), no Distrito Federal, não tinha válvula de segurança. O caso ocorreu na noite de quarta-feira (20) e causou um incêndio no estabelecimento.

De acordo com o documento, o dispositivo, chamado de “breakaway”, é um “pré-requisito fundamental” para “proteger o sistema de abastecimento, obstruindo o fluxo de combustível e evitando derramamentos”. Ainda segundo o relatório, o item é uma medida exigida pelas normas de padrão de qualidade e pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

A reportagem da TV Globo tenta contato com os responsáveis pelo posto. O relatório cita ainda uma possível causa para o incêndio:

“Em análise preliminar, é provável que o incêndio tenha sido causado por vazamento de produto em conjunto com a fonte de ignição, originada por curto-circuito dos fios que ficaram expostos”, diz o relatório.

O documento da Vibra afirma ainda que o posto deve verificar todas as bombas em operação e checar se elas têm a válvula de segurança e se a manutenção delas está em dia.

Explosão

Os frentistas contaram que as chamas começaram quando uma motorista que estava abastecendo saiu com o carro enquanto ainda estava com a mangueira da bomba de combustível conectada ao veículo. Os funcionários precisaram usar extintores de incêndio para conter o fogo.

Apesar do susto, ninguém se feriu. Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, as chamas já tinham sido extintas. Os militares fizeram o rescaldo no posto e isolaram o espaço, por questão de segurança.

Fonte: G1 DF

Tag
Compartilhar esse Artigo
Pesquisar