Há um mês em liberdade, loba-guará Pequi desfruta vida livre no Cerrado

Animal já percorreu mais de 400 km em unidade de conservação; monitoramento é feito por rádio-colar e GPS

16 de maio de 2023 403 visualizações
Postado 2023/05/16 at 7:46 PM
Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Há exatos 30 dias, a loba-guará Pequi ganhou a liberdade dentro de uma área de mais de 800 hectares de Cerrado. De lá para cá, o animal já percorreu mais de 400 km e pôde desfrutar da vida fora dos recintos.

Graças a um rádio-colar instalado no pescoço de Pequi, a equipe de mais de 30 técnicos da ONG Jaguaracambé consegue monitorá-la em período integral. Por meio dessa tecnologia, os técnicos estimam que o animal percorra cerca de 15 km por dia, o que é esperado para a espécie.

“A gente monitora a Pequi via GPS também. Nesses 30 dias, ela tem evoluído bastante. Por meio do monitoramento, a gente verifica também o seu escore corporal. Aparentemente, ela manteve o peso, o que demonstra que está se alimentando bem”, destacou o veterinário e técnico da ONG Bryam Amorim.

Como parte da adaptação, os técnicos ainda deixam o recinto aberto à disposição da Pequi, caso queira retornar ao lugar onde se sente segura. Nos primeiros dias, a equipe forneceu parte da comida à Pequi para complementar a alimentação. “Ela foi suplementada com comida por nós nos primeiros dias. A gente localizava ela, colocava 30% da dieta do dia e logo se afastava, para garantir que não tivesse contato direto”, detalhou o biólogo.

De acordo com ele, às vezes a Pequi comia a alimentação fornecida, mas sem demonstrar que estava com fome, o que corrobora as caças bem-sucedidas para se alimentar em seu habitat natural sem interferência humana.

“Nós encontramos fezes frescas também, com bastante sementes de lobeira, que é um fruto do Cerrado. Isso indica que a Pequi está se alimentando adequadamente”, pontuou.

Além disso, neste primeiro mês, a Pequi se aproximou de casas e loteamentos nos arredores da área de preservação ambiental. Por meio da educação ambiental feita com moradores, não houve nenhuma intercorrência.

“A gente sempre fez um trabalho ativo de conscientização junto às pessoas que moram aqui perto. A população nos auxiliou muito, informando quando viam a Pequi e mantendo os animais domésticos presos para evitar qualquer acidente”, explicou.

Resgate

A Pequi foi resgatada na Bahia, em 2020, junto com quatro irmãos, após a mãe, Caliandra, ter sido encontrada morta. Graças ao acolhimento inicial no Zoológico de Brasília, os filhotes cresceram e se desenvolveram bem.

A loba retornou ao seu habitat natural no dia 17 de abril deste ano e seus irmãos seguem colaborando com outros projetos de conservação da espécie no estado da Bahia.

Fonte: Agência Brasília

Tag
Compartilhar esse Artigo
Pesquisar