Balneário Veredinha, em Brazlândia, é reformado pelo Adote Uma Praça

Espaço oferece quadras de esportes, churrasqueiras e ampla área verde; interessados em realizar eventos no local devem agendar com instituição responsável

22 de abril de 2023 527 visualizações
Postado 2023/04/21 at 8:29 PM
Fotos: Geovana Albuquerque / Agência Brasília

O Balneário Veredinha, em Brazlândia, voltou a receber a população. É que o espaço foi recuperado pelo Instituto Bombeiro de Responsabilidade Social (Ibres), por meio do programa Adote uma Praça, da Secretaria de Projetos Especiais do Distrito Federal (Sepe). A entrada é permitida das 7h às 18h, em todos os dias da semana.

A estrutura é formada por espaço para piquenique, quadras de esportes, 16 churrasqueiras, cozinha e banheiros. Apenas a piscina não pode ser mais utilizada, devido a questões ambientais e, agora, é considerada um espelho d’água.

O Balneário Veredinha recebeu reparos por meio do programa Adote uma Praça | Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

Interessados em realizar eventos, como festas de debutantes, churrascos e piqueniques, devem reservar o espaço com o instituto, presencialmente no local. A assistente social do Ibres Lucilene Vaz explica que é apenas uma forma de organizar a demanda. “Estamos sempre tentando valorizar a comunidade. Desde que começamos a parceria, recebemos muitos agendamentos”, comenta.

O voluntário da Ibres Marcos Fábio Lima afirma que, todos os dias, é possível encontrar gente tomando sol, descansando ou apenas passeando no balneário. “Os meninos do CED 2 (Centro Educacional 2 de Brazlândia), que fica aqui do lado, vêm sempre para jogar bola, dar uma passeada. E também recebemos visitas agendadas de escolas, com crianças menores”, conta.

Nesta quinta-feira (20), o Balneário Veredinha recebeu a visita de mais de 60 idosos

A adoção do Balneário Veredinha está em vigor desde julho de 2022. Desde então, foram promovidos reparos na área hidráulica, elétrica e de iluminação, podas e roçagem da grama, pintura das quadras e reforma das churrasqueiras. Apenas a piscina está inapta para uso, devido ao surgimento de uma nascente.

O administrador de Brazlândia, Marcelo Gonçalves, afirma que o local ficou inoperante devido a falhas nas gestões anteriores. Em 2017, uma empresa foi contratada para reabilitar o uso, mas decretou falência pouco antes da conclusão da obra, em 2020. “Com o Adote Uma Praça, conseguimos devolver o espaço para a nossa comunidade. E é muito importante que os moradores saibam que podem usar”, diz.

Convivência ao ar livre

“É um local muito agradável, em meio à natureza, parece que nem estamos na cidade”, comenta a coordenadora geral do Centro de Convivência Obra de Santa Isabel, irmã Teresinha Both

Nesta quinta-feira (20), o Balneário Veredinha recebeu a visita de mais de 60 idosos, que se reuniram para debater sobre a saúde sexual na terceira idade. Realizada pelo Centro de Convivência Obra de Santa Isabel, a programação começou logo cedo, com café da manhã e uma palestra sobre cuidados e riscos relacionados à sexualidade. Depois, os participantes almoçaram e puderam desfrutar do espaço verde.

“É um local muito agradável, em meio à natureza, parece que nem estamos na cidade”, comenta a coordenadora geral da entidade, irmã Teresinha Both, 65 anos. Essa foi a terceira vez que o centro promoveu o encontro diário do grupo no local. “Sempre amamos a oportunidade. É bom poder jogar um dominó, dançar, se divertir ao ar livre, com tranquilidade e segurança”, conta a aposentada Tânia Soares, 70, moradora de Brazlândia desde 1973.

Adote Uma Praça

Entre o lançamento, em maio de 2019, e este mês, o programa Adote Uma Praça recebeu 299 propostas de adoção. Do total de envios, realizados por pessoas físicas e empresas, 75 foram concluídos e inaugurados, em 25 regiões administrativas (RAs). Plano Piloto, Gama e Águas Claras são as cidades que mais repaginaram espaços.

“O Adote Uma Praça foi carinhosamente chamado assim, mas é muito mais do que isso, é adote uma área pública”, frisa o secretário de Projetos Especiais, Roberto Andrade. “Com o programa, estimulamos a preservação do patrimônio público e sentimento de pertencimento das pessoas com a cidade”.

Além de praças, podem ser alvo de manutenções áreas verdes, estacionamentos, parques urbanos, jardins, rotatórias, canteiros centrais de avenidas, pontos turísticos, monumentos e outros espaços e bens de propriedade do DF colocados ao uso da comunidade. Mais informações sobre o programa estão disponíveis neste link.

Fonte: Agência Brasília

Tag
Compartilhar esse Artigo
Pesquisar