Brasil tem média móvel de mortes por covid abaixo de 300 pela 1ª vez em 55 dias

21 de março de 2022 17 visualizações
Postado 2022/03/21 at 9:25 PM
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O Brasil registrou 102 novas mortes pela covid-19 nesta segunda-feira, 21. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, manteve a tendência de queda pelo 11º dia consecutivo e ficou em 291, o menor patamar desde 24 de janeiro, quando estava em 292.

O número de novas infecções notificadas foi de 14.543, enquanto a média móvel de testes positivos na última semana é de 37.093. No total, o Brasil tem 657.363 mortos e 29.641.848 casos da doença.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadãog1O GloboExtraFolha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 28,2 milhões de pessoas se recuperaram da covid no País.

O Estado de São Paulo registrou 10 vítimas e 1.472 novas pessoas infectadas pelo coronavírus nas últimas 24 horas. O maior total de mortes no período veio da Bahia, com 17 notificações, enquanto Goiás teve a maior quantidade de testes positivos, com 5.355.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

O Ministério da Saúde informou nesta segunda que foram registrados 11.110 novos casos e mais 97 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 29.641.594 pessoas infectadas e 657.302 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Vacinação

O número de pessoas vacinadas com a dose de reforço contra a covid-19 no Brasil chegou nesta segunda-feira, 21, a 73.218 171 milhões. Quantidade distante se comparada aos 175.080.335 que receberam ao menos a primeira dose, o equivalente a 81,5% da população total. Nas últimas 24 horas, 14.788 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Entre os mais de 175 milhões de vacinados, 159.207.220 milhões receberam a segunda dose, o que representa 74,11% da população total. Somando as vacinas de primeira e segunda dose aplicadas, além da aplicação de reforço, o Brasil administrou 55.948 doses nesta quinta-feira.

Em relação à vacinação pediátrica (para crianças de 5 a 11 anos), o Brasil já alcançou 10.048.020 pessoas, o equivalente a 49,01% deste público. Nesta segunda-feira, dados pediátricos foram corrigidos em relação ao Estado de São Paulo.

Em termos proporcionais, Piauí é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 92,23% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada em Amapá, onde 60,21% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (41 milhões), seguido por Minas Gerais (17 milhões) e Rio de Janeiro (13 milhões).

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar esse Artigo

Navegue