Uma escola infantil novinha para Taguatinga

23 de março de 2022 11 visualizações
Postado 2022/03/23 at 2:24 PM
Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

O Governo do Distrito Federal (GDF) entregou nesta quarta-feira (23) uma nova escola destinada a crianças de 4 e 5 anos de Taguatinga. Construído a partir da adaptação da antiga biblioteca do Centro de Ensino Médio (CEM) 05, na QNJ 56, o Centro de Ensino Infantil (CEI) 10 passa a atender até 220 alunos em dois turnos, ajudando ampliar a oferta de vagas na fase pré-escolar (primeiro e segundo períodos).

“A gente quer exatamente isso: melhoria para as nossas crianças, para que elas tenham um futuro muito melhor do que aquelas que no passado não tiveram a mesma oportunidade”, declarou o governador Ibaneis Rocha, presente à cerimônia de inauguração juntamente com outras autoridades.

Construída em uma área de 700 m², a nova unidade de ensino tem cinco salas de aula e uma ala administrativa completa com sala dos professores, cantina, refeitório, despensa e banheiros. Tem ainda um pátio de recreação com brinquedos, estacionamento e aparelhos de TV em todas as turmas e em parte da administração.

Para a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, a nova escola é um exemplo positivo da gestão pública: um espaço sem uso que foi reformado e adaptado para receber crianças da pré-escola. “Estamos construindo mais 20 unidades de ensino no Distrito Federal e, com isso, cumprindo o compromisso de levar escolas aonde há demanda”, afirmou.

Executada com recursos do Programa de Descentralização Financeira e Orçamentária (Pdaf), de emendas parlamentares e do contrato de manutenção que dá suporte à região, a obra teve um custo de aproximadamente R$ 2 milhões – incluindo adaptação, manutenção e mobiliário do prédio.

Deste valor, R$ 464.241,07 são do Pdaf regular da Secretaria de Educação (SEE). Outros R$ 886.785,54 vieram de emendas parlamentares dos deputados distritais Jaqueline Silva, Jorge Vianna, Leandro Grass, Martins Machado, Reginaldo Veras e Robério Negreiros. O restante foi contemplado pelo contrato de manutenção mantido pela pasta para atendimentos às escolas.

O administrador regional de Taguatinga, Renato Andrade, lembrou que a construção da CEI 10 cumpre a determinação do governador Ibaneis Rocha de ampliar o número de vagas na rede de ensino. Para ele, essa é uma das entregas mais importantes na região. “Não é só abrir mais uma escola, mas dar oportunidade de educar e oferecer mais conhecimento às crianças”, afirmou.

Mais investimentos

Somente pelo contrato de manutenção que atende Taguatinga, foram aplicados R$ 15.322.389,21 nos mais variados serviços, contemplando 51 das 59 escolas da rede pertencentes à região.

Até o fim deste mês, será entregue à comunidade a Escola Classe (EC) 52 de Taguatinga, reformada, com 19 salas de aula, 4.464,82 m² de área construída e capacidade de atendimento de até 1.254 estudantes em dois turnos.

Além disso, há três creches planejadas para a região, uma delas em fase de licitação e na mesma quadra e terreno onde hoje estão o CEI 10, a EC 29, o CEF 19 e o CEM 05. “O aluno poderá entrar aqui e já sair formado, tudo no mesmo complexo escolar”, destacou o coordenador regional de Ensino de Taguatinga, Murilo Marconi.

Outra creche está prestes a entrar neste status, e a terceira se encontra em fase de projeto. Juntas, essas duas unidades terão capacidade para atender 564 crianças em tempo integral. O investimento é estimado em R$ 16 milhões.

A doméstica Sandra Ferreira, 30 anos, disse estar mais tranquila desde que a filha Lara Sophia, 4, foi matriculada no Centro de Ensino Infantil 10. “Mantê-la na escola por um turno ajuda bastante no meu dia a dia, sem contar com a empolgação que ela fica em vir para cá”, contou.

Em Taguatinga, 17 unidades de ensino têm atendimento em educação infantil, abrangendo 3.939 crianças. Há outras 11 unidades parceiras que atendem 2.155 meninos e meninas entre creche e pré-escola. Incluindo todas as etapas e modalidades, inclusive parceiras, são 49.844 estudantes atendidos, em 59 escolas da rede e 11 parceiras.

Fonte: Agência Brasília

Compartilhar esse Artigo

Navegue